12 de out de 2013

Derrubando Muralhas (Js. 6.1-20)


O texto de Josué 6:1-20 é amplamente utilizado pelos adeptos de batalha espiritual. Aliás, quando se trata do assunto, há uma controvérsia considerável. Existem aqueles que acreditam e defendem ferrenhamente, enquanto outros criticam e repudiam este movimento com unhas e dentes. 

Porém, crendo ou não em batalha espiritual, há de se convir que a luz do Evangelho não podemos negar a presença de fortalezas, verdadeiras muralhas, em várias situações ao longo da historia da humanidade, bem como temos que evidenciar que elas fazem parte do nosso cotidiano. 

Em Nazaré, por exemplo, Jesus não realizou muitos milagres, ali havia uma grande muralha - a incredulidade (Mt. 13:58). As multidões que acompanhavam Jesus e até mesmo os seus discípulos, tantas vezes, também serviram de muralhas, de barreiras para que as pessoas que necessitavam e queriam ir à presença dEle. Foi o que aconteceu na história dos quatro homens e do aleijado (Lc. 5.17-26). Vemos isso também na história do cego Bartolomeu  - "muitos o repreendiam para que ficasse quieto" (Mc. 10.46-52).

No texto de Josué, citado acima, vemos uma circunstância particular de quebra das muralhas, e dele podemos tirar algumas lições neste momento.

1- DEUS QUER QUEBRAR MURALHAS E FORTALEZAS ("...o muro da cidade cairá abaixo" - este foi um desejo explícito de Deus - Js. 6.5)

Jesus deixou isso bem claro em sua primeira mensagem, registrada em Lucas 4: "O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que o Senhor enviou-me a pregar liberdade aos cativos.” 

2 - DEUS QUEBRA MURALHAS PELA AÇÃO DA IGREJA (..."e disse ao povo: Passai e rodeai a cidade" - Js. 6.7)

3 - É UMA AÇÃO COM PARTICIPAÇÃO DA LIDERANÇA (..."e sete sacerdotes levem sete buzinas de chifres carneiro, adiante da arca do Senhor" - Js. 6.6) 

4 - DEUS ESTÁ PRESENTE (..."quem estiver armado passe adiante da arca do Senhor" - Js. 6.7;Jo. 15.5  - "Porque sem mim nada podeis fazer".)

3° O SOM PRECISA SER OUVIDO NA FRENTE DE BATALHA (..."tocando os sacerdotes pela sétima vez as buzinas, disse Josué ao povo: Gritai, porque o Senhor vos tem dado a cidade" - Js. 6.16)

4° É PRECISO OBEDIÊNCIA A DEUS... (..."Gritou, pois, o povo, tocando os sacerdotes as buzinas; e sucedeu que, ouvindo o povo o sonido da buzina, gritou o povo com grande brado; e o muro caiu abaixo" - Js. 6.20).

Deus nos abençoe.


Marcos - Sal da Terra


Leia mais: Reflexões





Nenhum comentário:

Postar um comentário