20 de mai de 2011

Cururupu - MA

Cururupu – MA, foi o endereço do PES desta última semana.
Bill Crente foi de Kombi com mais dez destemidos missionários, que não mediram esforços para cruzarem quase 1.800km de sertão!!! (dois dias e meio de viagem).
A missionária e Dra. Célia veio de São Paulo de avião até São Luis e terminou o percurso de ônibus e Ferry Boat (tirou de letra, pois esta tem sido sua rotina)
Eu saí de carro de Garanhuns à Recife (3h), depois fui de avião de Recife à São Luís (7h), concluindo o percurso São Luís à Cururupu de carro e Ferry Boat (5h e 30m).
O restante da equipe foi composta por irmãos de São Luís e da própria Cururupu.
Quem fomos apoiar? A missionária Fabiana, uma goiana que abraçou aquele lugar com amor e valentia excepcionais.
Cururupu (sapo que canta) tem 34 mil simpáticos habitantes.
Um povo apaixonado por reggae e que padece de muitas necessidades. Para ser mais exato, a impressão que eu tive é que eles vivem numa situação de bastante abandono. Moradia, saneamento, educação, saúde Tudo me pareceu deficiente. Muitas casas de taipa, escolas mal cuidadas, posto de saúde que não dispunha sequer de dipirona, esgoto à céu aberto, ruas mal pavimentadas ou sem pavimento, etc, etc e etc. Um grande desafio!

Por sorte, nossa pequena equipe disponibilizou, além da pregação do Evangelho, várias atividades de cunho assistencial (médico, cabelereiro, exames complementares)

Um trabalho intenso, cansativo, mas extremamente gratificante, pois podemos nos sentir úteis.

Ficamos felizes por termos vivido a Palavra de Deus através de ações práticas e pregado o Evangelho com atividades como: filmes evangelísticos, evangelismo pessoal, cultos nas praças e nos lares.

E o final? No final houve festa no céu por aqueles que se renderam a Jesus. O nome do Senhor foi glorificado, pelas pessoas que foram acolhidas e amadas, pela unidade da igreja (batistas, presbiterianos, assembleianos e tantos outros irmãos, unidos com o único propósito: Servir e adorar ao Rei dos reis).

Aliás, a unidade esteve presente não só entre as denominações, mas também entre as agências missionárias: JOCUM, JMN e Sal da Terra estiveram juntas.

Da unidade emanou a graça do Pai, e da graça o sucesso do evento.

Além daqueles que marcaram presença, recebemos também apoio de mantenedores e intercessores, que tornaram possível nossas ações em Cururupu.

A todos o nosso agradecimento. A Deus toda glória!

Marcos Sal da Terra





 

Um comentário:

  1. Saudade de Cururupú, sou de São Paulo e morei com minha familia em Cururupu em 1986 de lá fomos para Pinheiro em 1987 e em 1989 para São Luis (missão evangelística). Agradeço a Deus por levar vocês até este lugar tão maravilhoso e que necessita de muitas orações. Deus abenções todos vocês !

    ResponderExcluir