15 de jul de 2008

A Cerveja do Cão está Esquentando

Estivemos em Caiçarinha da Penha, um povoadozinho de mais ou menos 800 habitantes, onde estamos desde janeiro ajudando a plantar a primeira igreja ali. Um lugar que quando chegamos, não tinha NENHUM crente. Nestes dias vivenciamos experiências maravilhosas. Vimos e ouvimos coisas fantásticas. Deixe que eu pontue alguns fatos:

  • Hoje é considerável o número de pessoas que confessam a Jesus como Salvador.
  • A irmã Lurdinha, uma das convertidas, está compondo hinos de louvor. Inclusive o nosso décimo CD vai sair com um das suas canções.
  • Várias crianças já estão fazendo os primeiros acordes musicais.
  • Cléia, outra nova convertida, deficiente física, não anda. Deu um testemunho para o nosso grupo - cerca de quarenta pessoas - incentivando-nos a aproveitar a maior facilidade em locomoção que Deus nos concede e anunciarmos cada vez mais o Evangelho. Completou dizendo: - Eu não reclamo de Deus pelo fato de não poder andar, pois o principal Ele já fez por mim, que foi me dar a salvação. Sei que se quiser eu voltarei a andar, igualzinho a vocês. Se isso vai acontecer eu não sei, mas uma coisa eu tenho certeza, um dia, no céu, quando eu receber um corpo novo, eu vou andar, pular e dançar com todos vocês. Vai ser muito bom!
  • No último domingo, realizamos uma passeata, um momento que a gente chama Protesto Contra o Pecado. A gente sai andando pelas ruas do lugar, cantanto louvores, com faixas, panfletos, abraços e pregações de cinco ou dez minutos nos lugares de maior aglomeração. O último momento da marcha foi no centro de Caiçarinha da Penha, entre a quadrinha de vôlei e dois bares onde tinha um bom número de pessoas tomando cerveja e jogando conversa fora (estratégico, não?). Ali, fizemos uma encenação com um coelhinho muito jóia, lindo demais. Nesta encenação vimos alguns milagres de Deus realizados por Jesus. O coxo, o cego, um aleijado. Um trabalho muito envolvente. Ao final, o irmão que encena tira a máscara de coelho e prega em cima do que foi representado. Sucedeu que, após a exortação feita pelo pregador, uma senhora que era beata e hoje é nova convertida, pediu a palavra, e tomada de muita emoção exclamou aos presentes:  - Vocês viram o que se passou aqui? Eu era tudo isso! Minha alma era aleijada, eu era cega pois não via a luz de Deus, mas do jeito que ele - apontando para o coelhinho - foi curado, Nosso Sinhô, também me curou! Hoje eu tenho alegria, vejo a luz de Deus e ando com Ele! Neste momento, todos na praça que já estavam atentos ao que ali se passava, ficaram perplexos. Afinal era o testemunho de uma pessoa bem conhecida no lugar. Foi um impácto tremendo! Por fim, entoamos mais dois cânticos e todos - acredite - todos cantaram conosco: "Que lugar bonito, é prá que eu vou. Eu vou deixar este mundo aflito, eu vou morar com Jesus Cristo que é o meu Salvador!"

E a cerveja? Ficou esquentando, ninguém naquele momento deu mais um gole. Aleluia!
 
 
"E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus; muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no SENHOR" (Salmos 40.3).
 
 
Marcos Sal da Terra
 
 
 
 
 
 

6 comentários:

  1. Amados!!!
    Louvado seja o Senhor por este Ministério que nasceu primeiro no coração do próprio Deus...
    É impressionante ver quão bom tem sido o Senhor em nos usar na Sua Grande Obra!!!
    Continuem sonhando os sonhos de Deus pra este Sertão sofrido!!!
    Conte sempre conosco... em orações... e tudo o que estiver ao nosso alcançe!!!
    No amor de Cristo Jesus!!!
    Pastor Neto e Ministério Fonte no Deserto!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Louvado seja Deus por sua grande Obra e por seus filhos envolvidos e motivados em prol do Reino de Deus!!!
    É muito interessante mesmo essa questão de como e o que festejamos... Que Deus na sua infinita misericórdia nos ajude...
    Conheço o trabalho deste ministério e posso afirmar que é um trabalho sério preocupado com a anunciação das boas novas!!!
    tenho orado por missões e sempre me vem a mente como referencial ao assunto esse projeto!!!
    Esse negócio é de DEus!!!
    aleluia!!!
    Beijos Joane!
    (Sítio Inveja - São José do Belmonte)

    ResponderExcluir
  4. Rapaz,
    tu quer matar a gente?
    que coisa linda é o que o Senhor tem feito através de seus servos.Certamente que esses testemunhos emociona e desafia a todos nós. Louvo a Deus pelo Ministério Sal da Terra.
    abraço
    Rubão
    www.ciadejesus.com

    ResponderExcluir
  5. Pr Marcos obrigado por enviar o endereço Eletrônico, gostei do blog
    tudo de bom estou aqui orando por vcs.

    ResponderExcluir
  6. ao ver, sem ler direito, já fiquei abençoado... continue fazendo aquilo que eu muita gente nuca conseguiremos fazer....mesmo assim saibam que a igreja do nazareno da palhada está orando sempre por vocês... somos o 2º barco...já estamos ajudando a missionária Regina em Santa Cruz...mas queremos nos envolver com todos.....ore por nós.
    Pr. Acacio

    ResponderExcluir